O que é preciso para ser o GOAT? OS 10 FATORES


Assumindo que é pertinente ou interessante a comparação entre atletas de gerações diferentes,
acredito que as respectivas estatísticas e “feitos numéricos” são o melhor meio
de (tentar) estabelecer algum tipo de consenso mais duradouro.
Dito isso…

O QUE É PRECISO PARA SER O G.O.A.T. (The Greatest of All Times)?

Idealmente, claro, ser o melhor em todos os critérios.

Sabemos, porém, que esse não é o caso. Sendo assim, elenquei 10 fatores mediante os quais julgar os candidatos. Uma análise desses números e seu peso relativo será chave para tentarmos atingir algum resultado mais consistente.

(1). O FATOR GRAND SLAM (GS)

— títulos, finais e semis: consecutivos e não-consecutivos
Discussão:
— Importância dos GS.
— Sete partidas. Todos os cabeças-de-chave dentro. Tradição, desejo, pressão.
— O fator “melhor de cinco” sets. Um teste para os grandes.
Os grandes: Federer, Sampras, Laver, Emerson, Borg, Nadal

(2). O FATOR MASTERS CUP (MC)

— Apenas os oito melhores do ano.
Os grandes: Sampras, Lendl, Federer.

(3). O FATOR MASTERS SÉRIES (MS)

— títulos, finais e semi: consecutivos e não-consecutivos
— Importância dos MS.
— Cinco partidas. (Quase) todos os cabeças-de-chave dentro.
— Pena a final não ser mais melhor de cinco sets. Inexistência de MS antes de 1990.
Os grandes: Nadal, Federer, Agassi, Sampras.

(4). NÚMERO TOTAL DE TÍTULOS

Os impressionantes números de Connors.
Por que não pode o número total de títulos ser O critério: torneios menores jogados simultaneamente = menos competição entre os melhores. Menos partidas. Melhor de três sets.
.

(5). O FATOR “NÚMERO 1”

— Final de ano como #1; consecutivos ou não.
— número de semanas na liderança; consecutivas ou não.
Os grandes: Sampras; Federer; Lendl; Connors

(6). O FATOR IDADE (títulos/recordes X idade)

— o fator “precocidade”.
Hewitt, o mais novo número 1; Borg: 11 GS, 63 títulos antes dos 26 anos; Nadal: 10 GS, 19 MS, 46 títulos aos 25 anos.
Precocidade X “Longevidade”
O caso Borg: deveria ser ele considerado o GOAT por causa de seus impressionantes — e precoces — números?
Como deveríamos julgar carreiras que terminam precocemente? Deveriam os jogadores que têm uma carreira mais longa ser “penalizados” por isso? Ou a carreira (e números) de um atleta constitui um “todo indissociável”, espelho final e definitivo de todas suas potencialidades?

(7). O FATOR “E SE”

E se Borg não tivesse se aposentado tão cedo… Ou Justine Henin
E se a contusão não tivesse impedido Guga de jogar mais torneios, durante mais anos…
E se Monica Seles não tivesse sido esfaqueada…
Podemos incorporar os inúmeros “SEs” aos feitos realmente obtidos pelo atleta?
.

(8). O FATOR “RIVALIDADE” (HEAD-TO-HEAD)

Sampras prevaleceu contra seus principais rivais, notadamente Agassi.
Federer, ao contrário, tem um head-to-head desfavorável contra Nadal.
Pode o GOAT ter um head-to-head inferior?
Um estranho paradoxo: melhor você é, pior pode ser seu head-to-head
Um conceito interessante: match-up: estilos de jogo feitos ‘sob medida’ ou crônica de um resultado anunciado

(9). O FATOR PSICOLÓGICO

Ice Borg e Ice Nadal X Instável Federer
— É possível separar, num atleta, seus talentos físicos dos técnicos, e estes dos psicológicos? Se sou dotado de incrível técnica, mas não consigo terminar os jogos por conta de meu físico, deveria ser, mesmo assim, candidato a GOAT?
O paradoxo: se, apesar de óbvia “fragilidade” psicológica, consigo estabelecer recordes e marcas insuperáveis, deveria isso ser considerado um argumento contra ou a favor minha qualidade de atleta?

(10). O FATOR “RECORDES”

— GS, MS, Masters Cup, ATP: títulos, finais, semi: consecutivos/não-consecutivos: número de vitórias…
— Liderança do ranking: temporada final, semanas; consecutivos/não-consecutivos; número de pontos.
— Anos como top ten; anos com título (de GS)…
 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s